Home » Opinião

Urbanização Cidade Desportiva rodeada de estradas

Cidadania Queluz 13 Setembro 2009 Opinião 271 leituras 24 ComentáriosImprimir Imprimir Enviar por mail Enviar por mail

Venho manifestar a mais viva indignação por transformarem as ruas da Urbanização em estradas tornando a vida dos habitantes da Urbanização Cidade Desportiva em Monte Abraão_Queluz num inferno.

À revelia da vontade e interesse dos que aqui vivem, alguém que aqui não vive certamente, mandou ligar as ruas da Urbanização ao fundo à rotunda utilizada por quem vem do IC19!

As Ruas da Urbanização Cidade Desportiva são estreitas, mas isto também não devem saber, só comportam e mal ,o trânsito automóvel dos residentes.

Nós, habitantes da Urbanização Cidade Desportiva, já não temos qualidade de vida nenhuma com o barulho dos veículos e os gases libertados pelos escapes dos automóveis na CREL, agora também os vamos ter colados às nossa portas!!!

Querem transformar a Urbanização Cidade Desportiva numa ilha não rodeada de água, mas de estradas, barulho ensurdecedor e gases poluentes!!!

Ana Esteves

Artigos relacionados:

  1. Espaço público na Urbanização Cidade Desportiva vandalizado
  2. Câmara contratualiza serviços com a Associação de moradores da Urbanização Cidade Desportiva
  3. Nós por cá
  4. Concelho de Sintra tem 1 polícia por 1000 habitantes
  5. Nova urbanização nasce perto de São Marcos e Vale Mourão
Tags:,
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 2,00 de 5)
Loading ... Loading ...

24 Comments »

  1. A urbanização Cidade Desportiva é igual a qualquer outra urbanização do nosso País. Não é um condomínio fechado. Com a construção da via e da nova rotunda que liga o IC19 a Monte Abraão e à zona industrial de Massamá, faz todo o sentido que a via principal da referida urbanização tenha continuidade. Fica assim com mais uma entrada e saída. Várias vezes, os bombeiros, PSP, VIMECA e SUMA manifestaram a sua preocupação relativamente à circulação na referida urbanização. À noite, não entra um carro de bombeiros ou ambulância (em caso de urgência), não entra o carro da SUMA para fazer o despejo dos contentores do lixo, os autocarros da VIMECA têm alguma dificuldade em circular mesmo durante o dia. Tudo isto se deve ao estacionamento caótico que se verifica na urbanização, o que dificulta a livre circulação de outras viaturas mesmo ligeiras. Em qualquer País civilizado as rotundas fazem ligação a várias vias de circulação automóvel. Aquando das obras de construção da nova via e da rotunda junto à Cidade Desportiva, realizadas pela Câmara Municipal de Sintra, foi feita a ligação entre Massamá (zona industrial)e Monte Abraão e ficou por abrir a ligação à Cidade Desportiva. Tanto a CMS como a Junta de Freguesia têm recebido inúmeras reclamações de moradores da urbanização onde solicitam a ligação à nova rotunda. Para além de fazer todo o sentido essa ligação, é também uma questão de segurança. Se ocorrer um incêndio em qualquer daqueles edifícios, durante a noite, é impossível as viaturas dos bombeiros e ambulâncias entrarem na urbanização. No âmbito das obras de ligação à rotunda, que agora tiveram início, a Câmara de Sintra vai criar mais zonas de estacionamento.

  2. Estou de acordo com a opinião da moradora Ana Esteves e cá está a responsável pela obra (Fatima Campos) a querer defender a sua dama contra a opinião da larga maioria dos residentes que em devida altura fizeram um referendo, e em que votaram contra a abertura desta ligação.

    Se como diz alguns moradores estavam de acordo com esta abertura estou convencido que a maioria está contra. Porque não fez a Presidente da junta uma auscultação à população? e fosse qual fosse o resultado teríamos que o respeitar e é assim que se faz e que se constrói a democracia, e não é com a prepotência do quero posso e mando.

    A abertura desta via deverá essencialmente servir os feirantes e os frequentadores da feira semana que segundo julgo saber grandes proveitos trazem à Junta de Freguesia, os grandes prejudicados serão os moradores com o conhecido caos no trânsito na urbanização, poluição e desassossego.

    Sobre as outras justificações dos incêndios do carro da Suma é lenga lenga para justificar o injustificável.

  3. Que estranho! tão preocupada está a Presidente com os carros do lixo, os incêndios, os bombeiros, então que fez ao longo destes 12 anos (tanto tempo)que leva de mandato como Presidente da Junta para resolver esta situação? NADA.

    É preciso não ter vergonha para vir agora querer defender uma obra da qual penso a maioria dos residentes não estar de acordo.

    Quando diz que a urbanização não é um condomínio fechado, não tem razão pois quando resolvi eu e outros vir viver nesta urbanização foi precisamente por ela ser um espaço como era (local sossegado e com pouco movimento) coisa que a Srª já nos tirou com a barafunda da feira semanal, mas a Srª está-se maribando para o nosso bem estar e o que lhe interessa são os largos milhares de euros que tira de rendimento da mesma.

    Só espero é que os moradores não sejam encolhidos e resignados e que lhe dêem a resposta que merece.

  4. A cidade não deve ter becos ou ruas fechadas. Nnguém se vai meter dentro da praceta pois hoje em dia já existem alternativas. Desde que as mesmas estejam bem assinaladas com placas, só por engano os carros irão para a praceta. Não me parece que a praceta fechada seja bom para os próprios moradores.

    Quanto à feira de Monte Abraão e ao estacionamento abusivo, a Polícia Municipal de sintra devia multar os carros mal estacionados. Afinal a feira fica ao lado do ponto da cidade de Queluz com mais transportes públicos.

  5. Há algum tempo fui visitar uma pessoa amiga na referida praceta pensa que se chama de Manuel Faria e depois de duas voltas ao referido local não encontrei lugar para estacionar como já era de noite tive algum receio de deixar o meu carro no parque Desportivo junto ao Mac Donald e depois ir a pé até lá telefonei a essa
    pessoa amiga e ela veio -me buscar porque de facto há noite também falta alguma segurança sem outras condições de entrada e saída não há condições para lá ir assim como para outros serviços necessários também se torna difícil

  6. A obra não é da Junta, é da Câmara de Sintra.

  7. Tanto disparate!! Gostam de viver em guettos? Eu não, muito obrigado. Resido nesta urbanização há perto de 20 anos e é lamentável ver casas comercias a abrir e fechar meses depois. E porquê? Porque ninguém passa nesta urbanização. Parece um guetto. E é por isso que existe este estacionamento caótico. A empresa de autocarros já quis desistir de cá vir, devido à dificuldade que têm em circular cá dentro. A Magirus, em caso de incêndio não entra aqui. Ambulâncias também não. O mal não acontece só aos outros. Um dia pode bater à nossa porta. Tenham bom senso.

  8. Não anda por aqui dedinho da comissão de moradores? A tal ligada ao PCP? Só pode! Eles sempre se opuseram a esta obra que só vem beneficiar todos nós que aqui moramos.

  9. Anda por aqui dedinho da comissão de moradores. Aquela ligada ao PCP. Sempre foram contra esta obra qu só nos vem beneficiar a nós, moradores deste bairro.

  10. Ainda não existia a freguesia e já a feira se realizava no terreno onde está hoje a estação de comboios. Quando construíram a estação mudaram a feira para a entrada da urbanização da cidade desportiva. Mesmo à entrada. E ainda não existia a Junta de Monte Abraão. Era gerida pela Junta de Queluz.Isto há 16 anos atrás. E nunca ninguém se queixou. Só politiquice baixa!

  11. E foi há perto de 10 anos que então a actual Junta de Monte Abraão retirou a feira da entrada da cidade desportiva e a instalou no actual local onde se encontra.

  12. Está visto que é o dedidnho da comição de moradores e do PCP claro, eu tb vivo aqui já vai para alguns anos e tb estou preocupado com o que se passa aqui e se um dia acontecer uma desgraça ainda quero ver com é que vai ser e se alguns desses senhores depois dão a cara.

    Obrigada Sra Presidente pela sua luta e persistência para que a Camâra de Sintra se tenha decidido em abrir mais este guetto.

    M.M.S

  13. Eu sou um habitante desta urbanização a muitos anos, e estou preocupado em que um dia haja um incêndio em minha casa,estou preocupado, em que um dia aconteça alguma desgraça com a minha família e precise de uma ambulância e não a consiga ter a porta, não me procupo com aqueles que agora dizem que não precisam e estão preocupados com o ruído e com a poluição dos gazes dos carros, pois eu não acredito que haja muita gente a passar por dentro da urbanização uma vez que mal se consegue passar por falta de civismo de algumas pessoas no estacionamento dos carros as suas portas.
    Eu em meu entender essa passagem já devia ter sido aberta a muito mais tempo e não só agora já estão atrasados em alguns anos,mas por vontade de alguns moradores de um certo partido e a pedido dos mesmos tudo fizeram para que não fosse aberta na altura.
    Tem razão a Presidente da Junta Dra. Fátima Campos e dou lhe os meus parábens por ter coseguido mais este feito e por ter ganho mais está luta que tem tido ao longo destes anos para que essa passagem fosse aberta, pena é em que a Camâra de Sintra só agora se tenha decidido em abrir a rua. (Porque serà), será por termos as eleições a porta. Não acha o Sr. Fernando Seara que já vem muito tarde?

    Obrigada Sra Presidente por tudo o que tem feito pela nossa Freguesia.

  14. Condomínios fechados : paradigma e paisagem, estou inteiramente de acordo com a opção da abertura aos cidadãos em geral desta rua da cidade desportiva, peca por tardio, mas nesta e noutras matérias a câmara de Sintra tem sempre a faca e o queijo nas mãos, era de todo imperioso que este bairro tivesse duma vez por todas, aquilo que a se chama um acesso rápido e seguro para todos, não só os que lá vivem, mas também os que prestam serviço dentro deste bairro, e que são confrontados todos os dias com situações de verdadeiro perigo, SUMA, BVQ, Polícia alguns já explicaram em detalhe quais os benefícios para o que vivem neste bairro, e só não vê vantagens quem continua a olhar apenas para o seu umbigo.
    Os churrascos instaladas na via publica que são um perigo, os nichos que só levam a que haja um sentimento de insegurança, deve ser uma das principais preocupações.
    Questão da segurança neste bairro, penso que todos queremos o melhor para os nossos filhos, pois aqui temos uma medida que vem de encontro a muitas opiniões expressas pelos moradores desta cidade desportiva e são muitos!
    Melhores acessibilidades principalmente para quem habita na cidade desportiva e todos os dias se queixa que nas deslocações para o trabalho passam horas para sair dela, pois aqui tem uma medida que vem dar mais qualidade de vida a estes moradores.
    Não entendo algumas pessoas que se manifestam contra a abertura desta via, quantos 120 pessoas na cidade desportiva, onde vivem + – 1.500 pessoas.
    Uma medida acertada, até que enfim !

  15. Se bem me lembro de artigos publicados,a comissão de moradores é a tal que abateu algumas árvores na Urbanização Cidade Desportiva, selvaticamente, há uns meses atrás??? de seguida a Câmara delegou competências, atribuindo-lhes 3.488,48 euros como Protocolo de Manutenção de Espaços Verdes, o crime compensa! Pois é crime abater assim árvores saudáveis, levianamente.
    Que raio de Câmara é esta que compensa os criminosos, e já em relação aos que foram eleitos pela população de Monte Abraão, lhes nega à 8 anos qualquer tipo de apoio, já entendi Coligação + Sintra e CDU, são o mesmo do mesmo, por isso este apoio e a preocupação, mas recordo que a abertura do acesso que estava vedado na cidade desportiva é da responsabilidade do mesmo que atribui a tais euros, estamos em campanha não é ? mas está a fazer uma obra que pelos vistos, já devia estar pronta à 4 anos, e desagrada à associação 120.

  16. Relativamente à notícia em apreço, gostaria de dar algumas notas:

    1. a urbanização Cidade Desportiva não se constitui num condomínio fechado, ao contrário do que alguns moradores pensam, e, por não ser, não deve ser tratada como tal;

    2. apesar do aparente isolamento daquela urbanização, sempre a Junta de Freguesia de Monte Abraão interviu no espaço, não só através da reparação de bermas e calçadas, construção de novos cais para os colectores de resíduos sólidos, mas, e sobretudo, através da construção e manutenção de algumas centenas de metros quadrados de espaços verdes;

    3. uma das grandes preocupações daquela entidade foi sempre, e por razões funcionais e de segurança, o facto de ter apenas uma entrada e saída, o que levou, por diversas vezes, a problemas com camiões, nomeadamente com os da recolha de resíduos sólidos (mormente em virtude do excesso de viaturas estacionadas e/ou mal parqueadas);

    4. como resultado dessa preocupação, decidiu, em boa hora, aquela Junta construir um estacionamento à entrada da urbanização, o que se veio a demonstrar ser insuficiente;

    5. seria, pois, necessário intervir mais naquele espaço, nomeadamente tornando-o mais utilizado, o que permitiria uma maior fiscalização, e ordenamento do trânsito;

    5. a ideia de abrir a urbanização para a nova rotunda de Monte Abraão não é nova, e tem sido defendida, há anos, por centenas de moradores – que não se reveêm na posição tomada pela Associação de Moradores, cuja legalidade e legitimidade não questiono;

    6. partidarismos à parte, todas as forças políticas presentes em Monte Abraão, à excepção da CDU, têm-se manifestado favoráveis àquela abertura, por ser do interesse geral da população, e, em particular, dos moradores da Urbanização Cidade Desportiva;

    7. tem-me a vida autárquica ensinado que devemos dar a máxima atenção ao pormenor, mas não deve o pormenor fazer esquecer o interesse geral, e, neste caso, é o de ser criada mais uma entrada e saída em Monte Abraão.

  17. Uma pergunta: quando aquela rotunda foi construída não era suposto ser ligada à urbanização côr de rosa? Claro que sim!… porém aberrações políticas vermelhas da altura levaram a Câmara Municipal de Sintra (CMS) a não cumprir o projecto inicial. Agora, e ultrapassadas as aberrações, a CMS apenas está a executar o, desde sempre, previsto.
    De facto as dificuldades da circulação automóvel na urbanização constituiem um eminente perigo para as pessoas e bens em caso de acidentes. É reconhecido que um carro dos bombeiros de médio porte não tem a “vida” facilitada se tiver de prestar socorro resultante de um acidente (combate a incêndio, por exemplo) que ocorresse no interior da urbanização.
    A mobilidade automóvel é caótica, como o é em todos os guetos.

    Outra pergunta: se por acaso tivesse acontecido um acidente e que por motivos de impedimento de socorro este não fosse prestado devido a dificuldades de acesso não iam pedir satisfações e indemnizações à CMS por esta não ter cumprido as suas obrigações? Claro que iam… de imediato e com estrondo. E com razão, porque a CMS foi desleixada.

    Num rasgo de egoismo, já me ocorreu solicitar à CMS o fecho dos acessos de Massamá e Belas a Monte Abraão pois esta é atravessada por milhares de viaturas oriundas dessas freguesias limitrofes que estragam os nossos jardins, são um perigo para as pessoas, poluem o nosso ambiente e provocam um ruído ensurdecedor. Eu, que resido na Avenida Joaquim Luís, sou vitima de todos so carros vindos de todos os lados. Por isso, acho que a minha avenida devia ser apenas dos moradores. Fechá-la a cadeado, na parte de cima, e dar uma chave a cada morador é a minha solução. Não entra nenhum forasteiro. No caso da urbanização côr de rosa é mais fácil, basta não fazer a ligação à famigerada rotunda.
    Ouvi dizer que os moradores em Massamá Norte não querem ser “atravessados” por viaturas pertencentes a não residentes. E também quem habita na Quinta das Flores está a pensar pedir à CMS medidas para esta acabar com a circulação de viaturas que não sejam de moradores da urbanização, pois quando compraram as casas pucos ou nenhuns auotomóveis se viam naquele lugar de grande sossego.
    Por incrivel que possa parecer em Alguidares de Baixo decorre um abaixo assinado para obrigar os responsáveis a tomar medidas no sentido da parvónia não ser atravessada por carros de “gringos” que assustam o gado e provacam maleitas nas árvores de frutos. A minha solidariedade aos moradores em Alguidares de Baixo.

    Mais uma pergunta: os residentes na urbanização côr de rosa por acaso em algumas das suas deslocações de pópó nunca atravessam lugares cujos residentes mereciam também ter o seu gueto “automóvel”?
    Será que nunca passam pela “minha”, há mais de trinta anos, avenida Joaquim Luís? Eu também quero o meu gueto? E o vizinho Manel, não quer? E a tia Juliana? E este, e aquele?

    Alguns moradores na urbanização Cidade Desportiva estão a fazer uma tempestade num copo de água. Vão verificar que ficarão em melhor segurança e que serão poucos os não residentes a utilizar as “vossas” artérias.
    Sabem, o espaço público é de todos e para todos.

    Até que enfim. A CMS está a cumprir a sua obrigação.

  18. Farto-me de rir quando do comboio vejo aquele absurdo inimaginável da rotunda em apreço não permitir a entrada nas ruas da urbanização. Como foi possível aquilo? Talvez o olhar apenas para o “seu” umbigo impediu a ligação que era a coisa mais normal.
    Um pouco por todo o lado se reivindicam melhores acessos, porém no caso em apreço alguém reivindica não abrir acessos. Isto acontece por egoismo. Porém, mais tarde vai verificar-se que além dos moradores serão muito poucos os utilizadores desta entrada, espectacular, para a Cidade Desportiva. Poucos serão os moradores em urbanizações da zona urbana de Sintra que se podem gabar de ter um acesso, quase, privado para as suas residências. Viva o luxo!…
    Amanhã os criticos de hoje serão os maiores defensores desta obra.
    O pior é que depois ficarão calados.

  19. Eu acho que os senhores que moram nesta tal Cidade Desportiva devem ter sossego, tal como todos os outros habitantes deste nosso País. Assim, proponho que, em vez de se abrirem acessos, se fechem todos os acessos a esta tal Cidade e que as pessoas fiquem lá, sossegadinhas e também não saiam de lá para irem poluir e chatear os habitantes dos prédios por onde passariam a caminho dos seus empregos ou lazer. Acho que se resolvia o problema a contento de todos: os habitantes da Cidade Desportiva, que querem sossego e isolamento, ficariam lá quietinhos e satisfeitos até definharem; os habitantes de outras artérias contíguas já não contariam com os veículos destes habitantes a fazer barulho e poluição ao passarem, vindos do seu paraíso, para outros locais. Fica a sugestão. P.S. – O abastecimento de víveres, em caso de fecho completo do local, poderia sempre ser feito de helicóptero, eventualmente através de alguma Comissão que se disponibilizasse para o efeito e a recolha de lixo seria dispensável, porque quem é assim tão auto-suficiente e passa bem sem o convívio com os outros, certamente arranjaria forma de utilizar o lixo para fazer bijuterias, ou reciclar para fazer papagaios de papel, ou outras coisas úteis para a comunidade. Obviamente que também todos os habitantes seriam reconvertidos em tele-trabalhadores (ficando fechados em casa à frente de computadores) e a ligação de TV Cabo seria directamente feita à TV Cabo da Venezuela para assistirem ao programa do Chavez, “Allô, Presidente”, grande amigo do povo e defensor do “isolacionismo”, teoria, pelos vistos, com grande vitalidade na Cidade Desportiva!… :-) ))))

  20. Uma mentira tantas vezes repetida pode, por omissão de resposta passar a ser verdade. Não será este o caso.
    Não senhor Bruno Tavares, tesoureiro da junta de Freguesia de Monte Abraão, a CDU não se opõe, nem deixa de se opor à abertura da referida ligação. A CDU respeita a vontade da população, e essa, na única vez que foi expressa, em referendo sobre o tema, foi maioritariamente contra a abertura. É isso que a CDU respeita, assim como respeitaria se o sentido de voto e opinião da população fosse na inversa. Neste momento, a abertura da referida ligação é uma decisão unilateral do executivo da Junta de Freguesia e da CMS. Que estão aliás no legítimo direito de o fazer. Só que, e isso não deve ser escamoteado nem esquecido, fazem-no sem voltar a ouvir os moradores. Não é bonito e reflecte bem o sentido democrático no exercício do poder local.

    Já agora alguém me consegue dizer como e em que termos a abertura da ligação vai aumentar e disciplinar o estacionamento e a circulação de trânsito para as viaturas pesadas dos bombeiros?

  21. Quando uma obra no espaço público é do interesse geral não se pode fazer um referendo “particular”. Aquela abertura não vai entroncar em nenhum condomínio privado. As artérias da Cidade Desortiva são públicas, como também são as oriundas de Belas e Massamá que “invadem” a Freguesia de Monte Abraão. E por isso importa fazer a seguinte pergunta: por acaso alguma vez ocorreu à CDU fazer um referendo à população de Monte Abraão para saber se concorda ou não com as ruas que atravessam a freguesia vindas de Belas e Massamá, por exemplo?

  22. Como morador da cidade desportiva e condutor não percebo mesmo qual a vantagem da abertura da rotunda. A meu ver, esta obra é muita vontade de gastar dinheiro. Existe uma alternativa bem melhor, que é a via que passa junto do comboio. Em vez de gastarem dinheiro à parva nesta obra, se abrissem uma entrada para a IC19 no mesmo local é que era.

    A abertura da rotunda só irá provocar mais movimento e perigo na urbanização. As ruas não são largas o suficiente para o fluxo de trânsito que irá certamente passar a ter aquando da abertura da rotunda.

    Para as pessoas que criticam o estacionamento caótico na urbanização eu concordo plenamente com elas, as pessoas são cada vez mais egoistas e indisciplinadas. Com espaço para estacionar os carros no início da urbanização, preferem estacionar os carros no meio da rotunda fechando-a por completo. Mas estas deveriam era referir sobre o estacionamento caótico aos sábados durante a feira, que até fazem estacionamento duplo nas rotundas do Mc’Donalds e da BP, mesmo nas barbas da PSP… Já para não falar mas carradas de lixo que os feirantes deixam. Isto sim é vergonhoso e perigoso.

    Oponho-me vivamente à abertura da rotunda, mas espero que quando a abrirem coloquem lombas, porque já estou a ver a quantidade de acidentes que vão acontecer com os aceleras…

  23. Bora lá fechar as entradas de Monte Abraão e não permitir que quem vem de Belas, Queluz, Massamá, Cacém, etc. atravessem as ruas da nossa freguesia? Ficaríamos orgulhosamente sós, descansadinhos, sem barulhos e poluição. O pior É se Massamá, Queluz, Belas, Cacém, etc. não nos deixam também a nós passar por lá… Vamos pensar bem no assunto? O direito é igual para todos, não acham? Ou em alternativa, vá viver para a Quinta da Marinha. Lá sim, só lá entra quem lá mora. Mordomias?

  24. Até parece que não existe alternativa e que o único caminho possível para entrar em Queluz Ocidental (ainda não percebi porque mudaram o nome da terra) são os acessos através da Cidade Desportiva. Das duas uma, ou não conhece a zona ou até parece que ganha 1 hora e centenas de litros em combustível só por atravessar a urbanização.
    Isto de condomínio fechado não tem nada, a começar pelas pessoas que cá vivem…
    Gostaria de saber quais as reais vantagem de se abrir a rotunda de baixo. Estimular o comércio não é certamente, acessos mais rápidos à escola, mcdonalds, bp e o Real também não é, demora-se o mesmo tempo indo pela via junto a linha do comboio.
    Se abrissem a rotunda de baixo e se fizessem mais um ponto de ENTRADA na IC19, isso é que era. Agora abrir a rotunda de baixo só por abrir, realmente gostaria de perceber o porquê…

Comentários

Add your comment below, or trackback from your own site. You can also subscribe to these comments via RSS.

Be nice. Keep it clean. Stay on topic. No spam.

Regras:
Comente o assunto em questão. Alguma incorrrecção envie para mail@queluz.org

雪茄| 雪茄烟网购/雪茄网购| 雪茄专卖店| 古巴雪茄专卖网| 古巴雪茄价格| 雪茄价格| 雪茄怎么抽| 雪茄吧| 雪茄哪里买| 雪茄海淘| 古巴雪茄品牌| 推荐一个卖雪茄的网站| 非古雪茄| SO站| 港水雪茄 帕特加斯d4 大卫杜夫雪茄 高希霸雪茄 蒙特雪茄 好友雪茄

古巴雪茄品牌| 非古雪茄品牌

DecorCollection歐洲傢俬| 傢俬/家俬/家私| 意大利傢俬/實木傢俬| 梳化| 意大利梳化/歐洲梳化| 餐桌/餐枱/餐檯| 餐椅| 電視櫃| 衣櫃| 床架| 茶几

橫額| 貼紙| 貼紙印刷| 宣傳單張| 海報| 攤位| foamboard| 喜帖| 信封

QR code scanner| SME IT| system integration| inventory management system| label printing| Kiosk| Voice Picking| POS scanner| POS printer| System Integrator| printing labels| warehouse management| thermal printer| mobile solutions| mdm solutions| mobile device management

邮件营销| Email Marketing| 電郵推廣| edm营销| 邮件群发软件| edm| 营销软件| Mailchimp| Hubspot| Sendinblue| ActiveCampaign| SMS

Tomtop| Online Einkaufen

Beauties' Secret化妝及護膚品

Addmotor electric bike shop

地產代理/物業投資| 租辦公室/租寫字樓| Office for lease / office leasing| Office building| 甲級寫字樓/頂手| 商業大廈| Commercial Building| Grade A Office| Office for sale| Hong Kong Office Rental / Rent Office| 地產新聞

香港甲級寫字樓出租

中環中心| 合和中心| 新文華中心| 力寶中心| 禮頓中心| Jardine House| Admiralty Centre| 港威大廈| One Island East| 創紀之城| 太子大廈| 怡和大廈| 康宏廣場| 萬宜大廈| 胡忠大廈| 信德中心| 北京道1號| One Kowloon| The Center| World Wide House

| Wycombe Abbey| 香港威雅學校| private school hong kong| English primary school Hong Kong| primary education| top schools in Hong Kong| best international schools hong kong| best primary schools in hong kong| school day| boarding school Hong Kong| 香港威雅國際學校| Wycombe Abbey School